sábado, 5 de maio de 2007

Parabéns!

Parabéns meu irmão, fazes trinta e dois anos hoje! Uma vida cheia de aventuras própria de um rebelde e conquistador Em prol legitimo do conhecimento Inconformado com as leis limitativas ao teu crescimento como Homem e Cidadão do Mundo, Impondo e bem as tuas decisões contra as directrizes de outros que se julgam “Donos do Mundo”... Partiste há quase dois anos... concerteza ”isto” aqui era demasiado pequeno para o teu espírito! (SAUDADE)... Onde quer que Tu estejas, um dia Abraçar-te-ei! ...Para o NUNO

1 comentário:

Cláudia disse...

A morte é única certeza que a vida nos traz. Havia um ser determinado que dizia que não à morte, quando ela rondava, exigindo que a seguisse. Discutiram durante muito tempo, ela paciente mas firme, ele a argumentar mas inabalável. Sem quaisquer cedências de parte a parte, a discussão, durou muito tempo. Nenhum deles mudou de opinião, a morte era a morte, que haveriam de fazer, era a natureza, o universo. Deixaram de discutir e a morte perguntou então se já podiam ir, e perante o seu silêncio, quem cala consente, partiram. Ela é paciente.