quarta-feira, 25 de julho de 2007

Nota -

O Banco Espírito Santo (BES) anunciou hoje pela voz do seu presidente, Ricardo Salgado, que o BES teve um lucro de 366,8 milhões de euros referentes ao primeiro semestre do ano...
... com a crise que o país atravessa, tenho dificuldade em entender como é que há instituições bancárias a vangloriarem-se assim publicamente!
Mas se Ricardo Salgado pode abrir o champagne em relação aos lucros obtidos, já o caso Portucale deve ser um assunto difícil de digerir, com algumas cólicas intestinais e indisposições gástricas à mistura...

4 comentários:

João Rato disse...

Aceita-se que os banqueiros tenham os lucros que conseguem ter - são banqueiros e isso basta! Não se pode aceitar é que tenham e acumulem essas quantias astronómicas dentro da lei vigente e com a conivência do poder político com quem privam e se confundem!

Watchdog disse...

Sim, pois!...
Eu acho que havia de haver uma espécie de código de ética ou de honra para que em certas fases críticas, como a que atravessamos, este tipo de informação não passasse, não fosse divulgada. Deveria haver esse cuidado, para não ferir suscéptilidades...
Mas isto já sou eu a divagar...
1 Abraço!

G disse...

Eu acho é que devia haver mudanças legislativas para que os banco não pudessem cobrar por toda e qualquer operação bancária.
Assim é fácil obter lucro.
Abraço!

Watchdog disse...

g, eu creio que esse pormenor ainda não está em vigor, (se é que estamos a falar do mesmo...)
Mas de qualquer maneira, estou a pensar seriamente guardar a "pasta" debaixo do colchão, sabes?! Como antigamente...