sábado, 20 de outubro de 2007

Maldita publicidade!

Hoje de manhã estava tranquilamente a tomar o café no sitio do costume, quando pela porta do estabelecimento surge um rapaz que anda a distribuir publicidade alusiva às promoções que se vão fazendo nos hipermercados. Sem um "bom-dia!" e sem sequer pedir licença para o fazer, depositou um maço de cadernos de publicidade referente a um hipermercado e assim como entrou, assim partiu... Não querendo tecer comentários sobre a má-educação do distribuidor, fiquei a pensar na quantidade de árvores que são "queimadas" para que nós tenhamos as caixas de correio entupidas e os estabelecimentos de comércio tradicional inundados por tal publicidade efémera! É que após alguns dias, as promoções acabam e os cadernos de publicidade deixam de ser válidos! E são às toneladas, distribuídos por esse país fora... E quem fala da publicidade dos hipermercados, fala também da publicidade dos bancos, da publicidade das imobiliárias e por aí fora...
Se calhar estou mais indignado, porque não ligo "peva" a este tipo de publicidade, no entanto não consigo deixar de pensar na quantidade de árvores abatidas...
Não sei se haverá uma lei que limite a quantidade de impressão de tal publicidade e se há controle sobre a mesma, mas se não existe lei, deveria existir, ou até mesmo proibir essa publicidade de vez...
Bom fim-de-semana!

3 comentários:

Watchdog disse...

Entretanto falei com um gráfico que me adiantou que no caso dos cadernos de publicidade do hipermercado em questão, utilizam papel couchê (com verniz), cerca de 80 grs. por folha. Ora, uma folha de 80 gramas tem cerca de 1 mt.2 ...
Em relação a uma publicidade recente de uma imobiliária do «sec. XXI», utilizam couchê Mat, com uma capa de cerca de 100 grs.

...

Para os leigos na matéria, como eu, se soubessem as toneladas de papel que se estragam nas gráficas!...

Watchdog disse...

Esqueci-me de referir, por cada tonelada de papel, abatem 12 àrvores!

ZéRapaz disse...

Nunca tinha pensado nesta perspectiva... É que apesar de ter uma autocolante na caixa de correio a pedir para ali não ser colocada publicidade não endereçada, a mesma ali aparece à mesma, qual spam que finta o antivirus. Abraço