domingo, 10 de fevereiro de 2008

Para Manuel Alegre

Admiro bastante Manuel Alegre. Há dias deu uma entrevista em que deixou uma frase que não é de todo uma revelação surpreendente: «Claro que não me revejo neste PS». Mas já lá vamos... Ontem esteve reunido com um grupo de reflexão onde foi debatido o "actual estado das coisas", onde se fizeram duras críticas ao Governo e à actual direcção socialista. Manuel Alegre avança com uma corrente de opinião no interior do partido, porque julga, e julga bem, que há um «buraco negro» no PS - há déficit de diálogo ou de debate no partido. Eu, para além de achar as suas preocupações bem fundamentadas, admiro a sua (boa) vontade em tentar promover pela via do diálogo, uma «reforma no PS» e de querer «resfrescar a democracia». Mas pergunto eu, será que a actual direcção socialista e o Governo estarão interessados em ouvir os "palpites" de Alegre? Será que ele (Alegre) não estará a perder o seu tempo? E mais, quando uma pessoa declara que não se revê no seu partido, porque é que insiste em ser um "peixinho fora de água" dentro desse mesmo partido? Porque é que insiste em ter "um pé fora e outro dentro" desse partido? Eu compreendo a sua paixão pelo PS, pois Manuel Alegre foi um dos seus fundadores. Compreendo e admiro a sua coragem de não se resignar a aceitar que já não há socialismo no PS, o seu PS! Mas creio que está mais que na hora de Manuel Alegre "saltar para fora" do PS. Está mais que na hora de Alegre fazer oposição a um PS que já não reconhece como filho... e como o PS não o reconhece como pai e o despreza!

7 comentários:

Pata Negra disse...

O Manuel Alegre está para o PS assim como o PCP e o BE estão para o parlamento, apenas são tolerados para dar a ideia que existe democracia.
Alguém, minimamente coerente com ideias socialistas, tem a coragem de manter um cartão do PS?
Um abraço da clandestinidade

Pata Negra disse...

E a propósito, vós, os da farra, querem-me comer? Algés? Isso é Allgarve? Tenho que organizar uma por aqui para ver se vocês tem dinheiro para o transporte.
Um abraço leitonito

Kaos disse...

Watchdog:
Já vi que já andas a fazer a divulgação da farra blogosférica.
Como recebi vários pedidos para alterar a data para sexta feira se não houver inconveniente fica então marcada para dia 29 de Fevereiro. Depois confirma se pode ser.
um abraço

Mariazinha disse...

Eu tambem admiro bastante o Manuel Alegre e acredito que lhe doer muito ver o "seu" PS transformado
no que está. Alegre tem mais que provas dadas que não entra em compadrios porisso não precisa de mandar recados a ninguem. Sai e pronto.

- Afinal a Farra é 29-02,Uff ainda
bem!
Beijokas

Marreta disse...

De socialista o partido apenas mantém o nome. Longe vão os tempos dos Alegres e dos Zenhas. O PS actual é um partido completamente neo-liberalista que nada tem a ver com a filosofia que deu origem à sua criação. O Alegre é o cota, velho e ultrapassado que perdeu o espaço de manobra na luta dos boys pelos jobs.
Para mim já devia ter abandonado o barco há muito.
Saudações do Marreta.

Pinoka disse...

Manuel Alegre não sai pelo próprio pé, sairá com um encosto. Faz mal em prolongar esta agonia.
Mais do que uma corrente de opinião, Alegre deveria de votar na assembleia em consciência, que já teria sido algumas vezes contra o PS, e não levar o resto da vida a fazer declarações de voto. Acabava por demonstrar a personalidade que ameaça ter mas não prova.

Oliva verde disse...

Também considero que o Manuel Alegre apenas é tolerando para dar a impressão que o Ps continua a ser um partido democrático!
Mas percebo o quanto deve custar a um Homem assim, virar as costas e ver o seu Partido Socialista a afundar-se no lodo em que o transformaram!!!
Por isso, com movimentos de opinião e declarações de voto, vai tentando não se deixar arrastar e trazer à praça pública a consciência de que nem tudo vai bem no reino do Sr Eng!!!!