terça-feira, 13 de novembro de 2007

Dura Lex Sed Lex

Fernando Ruas, presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses foi apanhado numa operação stop da PSP (acompanhada pelo governador civil de Viseu), a conduzir com a "pata a fundo", vulgo, em excesso de velocidade! Mas como os autarcas (e não só), entre outras coisas, têm a mania que são isentos destas coisas da vida, destas rotinas que apenas atingem os mortais, e, após uma breve conversa com o governador civil, seguiu à sua "vidinha"... sem ter sido identificado pelos (labregos) agentes da PSP que procediam à operação stop!...
Ó Fernando, paga a multa!!! Ou pensas que estás «por cima» da lei???

4 comentários:

Raposa Velha disse...

A grande lata do sujeito, a dizer que não procurou fugir à responsabilidade. «Eh pá, conversei com o Governador Civil por mero acaso, eu lá seria capaz de meter uma cunha, logo eu o Grande Chefe das Câmaras?»
Enfim! Temos o que merecemos?

Kaos disse...

Grave não é não pagar a multa mas a ideia de compadrio e favorzinho que a acompanha

João Rato disse...

Julgam que estão e estão, acima da lei!
Aqui cá para os meus lados é público que quando alguém conhece quem conhece o governador civil é hábito livrar-se das multas mais pesadas com esse conhecimento.
Devo concluir que é assim no resto do país?!

Cláudia Pereira Cardoso disse...

A utilização da cunha em Portugal é viral. Por não se valorizar a meritocracia é que estamos onde estamos. Quem vive da cunha é rasteiro..."rage against the machine"!