segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

É lindo não é?... Reflecte o estado de alma de alguns!...

"Escorrego na lama
do meu passado
do meu
passado-presente
mas não fico na lama,
desnorteado
vou ao fundo da lama,
do outro lado
do outro lado
da mente
do outro lado
da gente
do lado da gente
do outro lado
do lado
da gente
que vive de frente
da gente
que vive
o futuro-presente."
IN "Margem de Certa maneira", 1973

3 comentários:

Mariazinha disse...

O passado,sempre o passado...
Hoje temos a alegria de viver o presente sem amarras a esse filme gasto de tanto rodar.
Hoje somos livres de sonhar um futuro brilhante, só isso.

Beijokas

Pata Negra disse...

É lindo é, o pior é que já passou e, pior ainda, já me parece que passou o presente e o futuro! Estarei passado?!
Um passado não dá abraços, faz gestos!

Mocho-Real disse...

Sem dúvida um belo poema do José Mário Branco, a par de tantos outros.

À guisa de curiosidade, fui professor de um neto dele, um miúdo culto e espertíssimo.

Um abraço.
Jorge G.