quarta-feira, 9 de abril de 2008

Naifismos da minha parte...

Nos últimos dias este blog tem... ou melhor, os últimos dois posts deste blog abordaram, mesmo que de uma forma light, a corrupção. Segunda-feira foi dedicada a Jardim Gonçalves e ontem, terça-feira, foi a vez de Isaltino Morais, esse brilhante autarca de Oeiras que agora também faz milagres da multiplicação do dinheiro. Mas deixemos Oeiras e o Isaltino e subamos mais um pouco no mapa autárquico e eis-nos chegados a Felgueiras. Por vezes chateio-me comigo mesmo por ainda ficar surpreendido ao ler notícias como esta. Por ficar admirado com declarações e posições deste género. Indignado sim, mas agora surpreendido?!... Já há muito tempo que devia estar calejado, mas os meus princípios, a minha educação, o meu feitio, etc, impedem-me de me acostumar, aceitar e resignar-me a estas coisas. Não sou nenhum "santo", nem pretendo servir de modelo de virtudes a alguém, mas estou aqui completamente desprovido de falsos moralismos. E revolta-me assistir, por vezes impotente, ao estado de corrupção a que este país chegou. Indigna-me o desplante e a falta de vergonha das pessoas. Às vezes pergunto-me se têm noção daquilo que fizeram, porque se for preciso, no dia seguinte estão à frente das câmaras de televisão com o ar mais natural do mundo, como se nada se passasse. No fundo, se calhar sabem que nada lhes vai acontecer...
Bem, mas todo este "sermão" porquê? Precisamente pela notícia de que há por aí uns cavalheiros do PS que resolveram sair em defesa da aflita donzela Fátima Felgueiras, manifestando solidariedade e confiança total na autarca de Felgueiras. E é precisamente por este motivo que ainda me chateio comigo mesmo pelo facto de ficar surpreendido por certas pessoas serem capazes de se prestarem a certos papeis e declararem para quem os quiser ouvir que contas paralelas, (financiamentos ilegais?), são uma práctica comum ...

1 comentário:

Marreta disse...

Esqueceste-te do Avelino que entrou recentemente na ordem do dia...
Saudações do Marreta.